Wednesday, May 25, 2011

Meus Amigos...

Meus amigos são todos assim: metade loucura, outra metade santidade.
Escolho-os não pela pele, mas pela pupila, que tem que ter brilho
questionador e tonalidade inquietante. Escolho meus amigos pela cara lavada
e pela alma exposta. Não quero só o ombro ou o colo, quero também sua maior
alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são
todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis,
nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade
sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos, nem chatos. Quero-os metade infância e outra
metade velhice. Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto,
e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu
sou, pois vendo-os loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos,
nunca me esquecerei de que a normalidade é uma ilusão imbecil e estéril”

Fernando Pessoa



Esse texto foi tirado do blog da Ma Andrade... Fernado Pessoa disse tudo que eu queria dizer aos meus amigos... coisas que eu nao sei explicar com palavras, mas ele , Fernando Pessoa, o fez com maestria.
A todos os meus AMIGOS, os de perto, os de longe, os pra toda a vida, os passageiros, os que ficaram, os que ja foram... e pra vcs que eu dedico esse texto. Agradeco todos os dias por fazerem o meu mundo mais colorido.

No comments:

Post a Comment